Polícia Militar prende detento que aterrorizou pastor evangélico

CUIABÁ- Policiais Militares de Juína prenderam um detento do regime semi-aberto Genivaldo Francisco de Jesus, 36, depois que ele aterrorizou o pastor da igreja evangélica presbiteriana renovada no bairro Padre Duílio, Joel dos Passos de Oliveira 26. O crime foi registrado na data de 19 de junho.

Por volta das 22h, em poder de uma arma branca, o detento do regime semi-aberto Genivaldo Francisco de Jesus 36, entrou na residência que fica anexa a igreja, e após varias ameaças rendeu o líder religioso levando a motocicleta Hunter de 125 cilindradas, de cor vermelha. Ele começou a ameaçar dizendo que iria por fogo na casa, com a faca na mão pediu a moto e os documentos dela. “Entreguei a ele por que estava muito exaltado”, informou pastor.

A equipe da Polícia Militar foi acionada, e em duas viaturas fizeram o cerco ao ladrão que foi pego em uma lanchonete no bairro Módulo Cinco. “Nós recebemos a informação que o suspeito conhecido como neguinho havia abastecido a moto em um posto de gasolina no centro e teria ido ao bairro modulo cinco, fomos em seu encalce e conseguimos detê-lo com o veículo roubado” afirmou Cabo PM Pinheiro.

A equipe da Polícia Militar foi acionada, e em duas viaturas fizeram o cerco ao ladrão que foi pego em uma lanchonete no bairro Módulo Cinco. “Nós recebemos a informação que o suspeito conhecido como neguinho havia abastecido a moto em um posto de gasolina no centro e teria ido ao bairro modulo cinco, fomos em seu encalce e conseguimos detê-lo com o veículo roubado” afirmou Cabo PM Pinheiro.

Autuado em flagrante o acusado irá responder por roubo de veículo e ameaça. Ao chegar ao centro de triagem foi reconhecido pela vítima e passou a ameaçá-la de morte dizendo “eu não vou ficar preso por resto da vida”. Muito alterado, quebrou uma das algemas e passou a desferir palavrões ao policiais.

Fonte: O Documento / Gospel+
Via: O Verbo

Um comentário:

Humaga disse...

é [b]encrivel[/b] como o diabo atenta aos fieis a DEUS,graças a Deus q o bandido foi preso antes de ter feito algo pior !